Notícias

A responsabilidade social na manutenção da reputação da empresa durante a crise no novo coronavírus

access_time 24 de Setembro de 2020 • 17:02

Reorganizar o planejamento financeiro, rever contratos de fornecimento de serviços e renegociar dívidas são lições que a Covid-19 vem trazendo ao longo desta crise.

 

Porém, outro importante fator a ser considerado, e que a pandemia vem despertando nos empresários, é a necessidade de adoção de uma postura mais coerente perante a sociedade e os consumidores, através da RESPONSABILIDADE SOCIAL.

 

Responsabilidade Social Empresarial constitui-se na tomada de decisões administrativas considerando os valores éticos, o respeito às pessoas, à comunidade, ao meio ambiente. Desta forma, uma empresa ser socialmente responsável vai muito além do simples fato de gerar empregos, pagar tributos e, nesta situação de crise, garantir os empregos de seus funcionários. É necessário ter responsabilidades junto à sociedade na qual está inserida.

 

O tema que vem ganhando relevância e provocando reposicionamento de muitos negócios na questão do enfrentamento aos efeitos da pandemia.

 

Uma pesquisa realizada com empresários em abril pelo Pacto Global (iniciativa da ONU focada na sustentabilidade empresarial) mostra que:

- 97% dos entrevistados acham que as marcas têm obrigação de ajudar a solucionar os desafios que surgem com a pandemia;

- 94% concordam que as empresas têm responsabilidade em apoiar os governos a enfrentarem a crise;

- 88% consideram que não ajudar durante a crise pode ter impacto negativo na reputação da empresa.

 

A mídia tem divulgado diversas ações de grandes empresas em apoio às medidas de combate à pandemia e seus efeitos, seja internamento, cuidando da saúde dos seus colaboradores, quanto externamente, ajudando governo e sociedade a buscarem soluções para amenizar os efeitos da crise. Muitos pequenos negócios também têm feito sua parte, seja na assistência aos mais necessitados com doações de alimentos, mascarás, material de limpeza ou dinheiro, ou encabeçando campanhas de arrecadação.

 

Enfim, as iniciativas se multiplicam e elevam a reputação das empresas diante de seus clientes, mas o que se espera é que esse pensamento perdure além da pandemia e que ela sirva de lição para aprendermos que todos nós, empresas, governos e sociedade, podemos ser mais solidários, construir relações mais humanizadas e diminuir a desigualdades sociais que tanto castiga boa parte da população mundial.




Cookies: Guardamos estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação, saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi e Fechar