menu
Notícias

Notícia 290/2019 - Contabilistas lutam por instalação de Posto da Receita Federal em Nova Venécia

access_time 11 de Julho de 2019 • 10:57

Contabilistas de Nova Venécia estão empenhados, junto com a Administração Municipal, na luta pela instalação de um Posto de Atendimento da Receita Federal no município, com o propósito de atender a grande demanda dos empresários, profissionais que atuam no ramo da contabilidade e cidadãos em geral.

A implantação do Posto da Receita em Nova Venécia é uma demanda antiga. A Associação dos Contabilistas do Norte do Espírito Santo (Ascon) protocolou documento na Prefeitura do município solicitando parceria e apoio na causa, no intuito de eliminar os entraves para que aconteça.

O município já disponibilizou uma sala, em anexo à Casa do Empreendedor, com acesso à internet e toda a estrutura necessária para funcionar uma agência da Receita Federal, inclusive com a disponibilidade de um servidor. Agora resta à Receita Federal decidir sobre a criação da unidade.

A Ascon vem desde o início de 2018 alertando e solicitando o serviço no município, que ficou ainda mais prejudicado após o fechamento da Agência da Receita Federal do Brasil no município de São Mateus, passando a funcionar apenas como Posto de Atendimento. “Já era contramão e após o fechamento da agência no município vizinho a situação se agravou ainda mais. Nova Venécia tem uma demanda muito grande de serviços e pendências para resolver com INSS, produtores rurais, ITR, correção de dados de CPF, entre outros inúmeros serviços. Para se ter ideia, não conseguimos um agendamento para atendimento no Posto de São Mateus com menos de 30 dias. Isso é um absurdo. Algumas questões ainda só podem ser resolvidas na agência mais próxima que fica no município de Linhares. Além de prejudicar a agilidade nos trabalhos, ainda temos que lidar com o custeio dessas viagens que no final ficam bastante onerosas”, questiona o presidente da Ascon, Adnilson Antonio Zotelle.

Nova Venécia está situada em uma posição estrategicamente favorável, no Noroeste do Estado, o que é ideal para a instalação do Posto de Atendimento da Receita Federal, favorecendo todos os municípios que estão nesse entorno e que também precisam ir até São Mateus ou Linhares para contar com atendimento.

Além disso, a demanda de serviços gerados somente por Nova Venécia já justifica a necessidade de instalação. Hoje, 3.245 empresas ativas estão registradas no município e 17.808 imóveis. No meio rural, mais de 5 mil propriedades, entre pequenas, médias e grandes, estão inscritas. “Se pararmos para analisar, precisamos de um Posto para atender somente o que geramos em Nova Venécia, mas se tivéssemos um para atender a nossa região já ajudaria, e muito, a nossa demanda”, conclui Zotelle.

De acordo com o secretário Municipal de Planejamento, Edson Marquiori, o que couber ao município será feito para viabilizar os atendimentos. “Hoje a Receita disponibiliza alguns serviços pela internet, porém ficamos muito limitados. Bastante coisa que precisamos fazer junto ao órgão deve ser com a presença da pessoa ou do contador, então precisamos criar mecanismos para isso. Outra questão é o produtor rural que encontra dificuldades de acesso e manuseio com a ferramenta internet. Sem falar no quanto um posto de atendimento local vai agilizar os trabalhos de cartórios, sindicatos, cooperativas, conselhos municipais, associações, Câmara de Dirigentes Lojistas e contribuintes em geral. Pode abrir porque demanda tem”, finaliza Marquiori.

Conforme o último senso do IBGE, o município de Nova Venécia conta com média de 50 mil moradores. O número de eleitores passa dos 38 mil.

Fonte: Rede Notícia de Comunicações