menu
Notícias

Notícia 169/2019 - Governo estuda medidas para salvar empresas em recuperação judicial, diz secretário

access_time 14 de Maio de 2019 • 12:11

O secretário de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou que o governo federal negocia com o Congresso algumas medidas para melhorar o mercado de crédito.

Entre as principais frentes, afirmou o secretário, estão medidas para auxiliar empresas em processo de recuperação judicial ou em falência.

As grandes empresas, segundo ele, têm tido acesso ao crédito, mas há dificuldade por parte das pequenas e médias empresas.

"A Lei de Falências, de 2005, foi muito importante, impactou positivamente, mas precisa de um novo fôlego", afirmou o secretário à GloboNews.

O secretário citou dados de Banco Central segundo os quais há atualmente no país 7 mil empresas em recuperação judicial, extrajudicial ou em falência. "Isso soma um montante de R$ 283 bilhões de empresas com crédito associado a essas medidas", declarou Rodrigues.

Taxa de recuperação

 Segundo o secretário, para cada R$ 1 emprestado a essas empresas, a taxa de recuperação é inferior a R$ 0,30. Na América Latina, afirma, a taxa média é de R$ 0,45.

Outra medida será incentivar o financiamento privado, a fim de desafogar os bancos públicos. O BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica vão devolver ao Tesouro este ano mais de R$ 200 bilhões. Com esse dinheiro, o governo vai abater dívidas que vencem no curto prazo.

Fonte: G1